Diabetes e a amputação de pé

Cuidados com a diabetes pode previnir lesões graves nos pés.

Complicações do diabetes incluem danos nos nervos e má circulação sanguínea. Estes problemas tornam os pés vulneráveis a feridas na pele (úlceras) que podem piorar rapidamente e são difíceis de tratar. Cuidados adequados com a diabetes e cuidados com os pés podem ajudar a prevenir úlceras nos pés.

Quando as úlceras do pé começam a se desenvolver, é importante consultar um médico. A úlcera não tratada pode provocar graves danos aos tecidos e ossos podem exigir a remoção cirúrgica (amputação de pé) de um dedo do pé, ou parte de uma perna.

Prevenção de úlceras do pé

A melhor estratégia para prevenir complicações do diabetes – incluindo úlceras nos pés – é o gerenciamento adequado do diabetes com uma dieta saudável, exercício físico regular, acompanhamento do nível de açúcar no sangue e a adesão a um regime de medicação prescrita.

Dicas para cuidar dos pés

– Inspecionar seus pés diariamente se existem bolhas, cortes, rachaduras, feridas, vermelhidão, sensibilidade ou inchaço.

Lave seus pés diariamente com água morna, uma vez por dia. Seque-os cuidadosamente, especialmente entre os dedos. Use uma pedra-pomes para esfregar suavemente a pele, onde pode facilmente haver formação de calos. Polvilhe talco ou amido de milho entre os dedos para manter a pele seca. Use um creme hidratante ou loção sobre as partes superiores e inferiores de seus pés para manter a pele macia.

– Não remover calos ou lesões dos pé para evitar danos à sua pele, não use lixa de unha, cortador de unhas ou tesoura em calos, joanetes ou verrugas. Não use removedores de verrugas químicos.

– Apare as unhas do pé com cuidado.

– Não andar descalço. Para evitar lesão nos seus pés mesmo em casa.

– Use meias secas e limpas. Use meias de fibras que deixam seus pés secos, tais como algodão e fibras acrílicas especiais – não de nylon. Evite meias com faixas elásticas apertadas que diminuem a circulação, bem como grossas que muitas vezes se encaixam mal e irritar a pele.

– Compre sapatos que se ajustem corretamente. Evite saltos altos. Se um pé é maior que o outro, compre sapatos no tamanho maior. O seu médico pode recomendar sapatos ortopédicos que se encaixam a forma exata de seus pés, e distribuir uniformemente o peso em seus pés.

– Não fume. Fumar prejudica a circulação e reduz a quantidade de oxigénio no sangue. Estes problemas circulatórios pode resultar em mais ferimentos graves e má cicatrização.
Contacte o seu médico se você tem uma ferida no pé que não cicatrizar dentro de poucos dias ou outros problemas persistentes com os pés. O seu médico irá inspecionar o pé para fazer um diagnóstico e prescrever o tratamento apropriado.

Tratamentos para úlceras do pé variam dependendo da gravidade da ferida. Em geral, o tratamento emprega métodos para remover tecidos mortos ou detritos, manter a ferida limpa, e promover a cicatrização. Quando existe uma grave perda de tecidos ou uma infecção com risco de vida, uma amputação pode ser a única opção.






Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *