Cuidados com o Transplante de Fígado

Transplante de Fígado tem índices de sucesso

O fígado é o segundo órgão mais comumente transplantadas, depois do rim, por isso, é claro que a doença hepática é um problema comum e grave. É importante para os candidatos a transplante de fígado entender o processo envolvido na cirurgia e obter informações sobre cuidados com o transplante de fígado.

O transplante é indicado principalmente nos casos de doenças hepáticas crônicas, como nos casos de cirrose hepática, hepatite C crônica, hepatite auto-imune, hipotensão, hipertensão e diabetes.

Os doadores são geralmente pessoas que morreram e desejam doar seus órgãos. Algumas pessoas, no entanto, doam parte de seu fígado para outra pessoa (geralmente um familiar), enquanto vivem.

O transplante usando um doador vivo está se tornando cada vez mais comum e bem sucedido na solução para a escassez de doadores de fígado.

O fígado é o único órgão interno capaz de se regenerar naturalmente. Por isso, em alguns casos de transplante é possível que uma pessoa sadia doe parte do órgão, quando compatível, ao do receptor.

A cirurgia de transplante consiste na retirada do fígado prejudicado e a sua substituição por um órgão saudável. O procedimento tem duração média de sete horas, podendo se estender para cinco e chegar até doze horas de duração, em alguns casos.

Normalmente o transplantado tem alta ao fim de três semanas. No entanto, o período de recuperação é de aproximadamente 12 semanas. O paciente é encorajado a retomar suas atividades diárias o mais rápido possível.

Image # 1

Image # 2

Image # 3

Image # 4

 

 

 






Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *